Como faz?

Eu gosto quando tu me olhas fundo nos olhos e quando tu lês meus pensamentos. Eu gosto quando tu passas as mãos pelas minhas costas numa calma desesperada que te pertence por direitos autorais. Eu gosto quando tu pegas na minha mão enquanto estou dirigindo ou quando fazes uma piadinha sem graça que destrói todo clima criado cuidadosamente palavra por palavra.

Eu gosto das tuas composições e das composições que tu me inspiras a fazer. Eu gosto do teu abraço e da segurança que tu me das. Eu gosto das tuas palhaçadas e como é fácil pra me fazeres sorrir. Eu gosto da simetria perfeita do teu rosto e do teu sorriso largo. Eu gosto do teu sotaque quase imperceptível quando falas inglês e quando arriscas umas palavras em francês pra me impressionar – como se tu precisasses disso.

Eu gosto de te descobrir sem tu me contares nada. Gosto dos teus cadarços sempre desamarrados. Gosto do teu olhar sério e penetrante quando falas dos teus sentimentos e planos pra nós. E quando tu paras e me olhas por alguns minutos sem falar nada, só me admirando, como se eu fosse uma obra valiosa de Da Vinci ou Van Gogh.

Eu gosto quando tu tentas me ensinar a tocar violão e mesmo errando todas as casas e acordes, tu dizes que toco muito bem. Eu gosto da tua sinceridade bruta e quando tu franzes a testa. Eu gosto dos teus amigos e como tu mudas quando estás com eles. Eu gosto do teu eu quando estás comigo.

Tô tentando descobrir o que eu não gosto em ti, mas tá difícil, viu?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s