Inconfundibilidade

Eu fico corrigindo temas e preparando aulas sempre com a minha caixa de entrada aberta pra ver se tu manda algum e-mail. Acho que tô ficando viciada em ti, na tua simpatia, na tua espontaneidade, na tua ternura, na tua beleza, na tua capacidade de me fazer feliz. Onde é que você estava esse tempo todo? Como ousou ficar longe de mim por tanto tempo? Como eu pude não ver o que estava na minha frente há tanto tempo?

Não sei. Só sei que tu me fazes feliz, muito feliz, feliz o tempo todo. E muito boba. Acho que eu merecia o prêmio de mais boba e sempre procuro alguma desculpa pra falar de ti.
– “Ah, tu gosta de bala? O meu namorado é nerd, sabia?”
– “E o que isso tem a ver?”
– “É que ele é um doce!”

Viu? boba e brega! Mas é por causa de ti, então eu nem ligo!
Quero que o final de semana chegue logo pra eu parar de ser adulta, aluna, professora e pra que eu possa me sentir menos qualquer coisa ao teu lado, porque contigo eu não preciso de rótulos. Contigo, eu sou só EU!

 

Anúncios

Um comentário sobre “Inconfundibilidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s