. nada teu aqui .

Sentei pra escrever, mas disse pra mim mesma – de antemão – que não escreveria nada sobre ti. Meus sentimentos já são tão óbvios que escrever sobre ti só deixaria teu ego do tamanho do Everest. Chega dessas histórias de me declarar abertamente. Agora, eu sou mulher crescida que não demonstra o que sente de verdade. Agora é como se eu fosse o homem da mochila vazia que não se apega a pessoas ou coisas, que não tem raízes e se engana com uma filosofia de vida medíocre. No final ele não acaba se apaixonando pela loira? Ah, deixa pra lá.

Mas sobre o que eu falava mesmo? Ah é, eu falava sobre não falar de ti. Não é que eu esteja falando sobre ti agora, só estou exemplificando como não falarei mais sobre ti. Não é como se fosse difícil. Até parece que basta eu fechar os olhos, abrir os olhos, pegar uma moeda esquecida no chão, cantar no chuveiro, ver um machucado na barba feita, cortar a carne com a faca na mão esquerda e o garfo na mão direita, ver parques ou o meu reflexo no espelho pra me lembrar de ti. Não, isso não tem nada a ver.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Mentira, tem tudo a ver sim!

 

Anúncios

4 comentários sobre “. nada teu aqui .

  1. Ally disse:

    Adoro o teu blog, de verdade mesmo. Passei quase a noite toda lendo e me identifiquei bastante com os seus textos. Parabéns.
    Beijos, Ally.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s