Mais Uma De Amor

Deixo assim ficar subentendido

Eu sinto como se um pedaço do meu coração tivesse sido arrancado, porque eu te entreguei ele. Eu não menti, eu não lutei contra esse sentimento, eu não fingi, eu não exagerei! Eu me entreguei pra ti, me abri por completa e te deixei entrar na minha vida. Eu pedi pra tu entrares na minha vida. Quase implorei, porque eu precisava de ti. Mesmo não sabendo que eu precisava de ti, tinha que ser tu!

Tu me fizeste feliz, transformaste momentos corriqueiros em memórias pra toda uma vida, e foste meu pela eternidade de um tempo com data de validade. Sabíamos que não duraria. As diferenças eram grandes demais e os obstáculos talvez não valessem a pena ser transpostos. Eu não podia mudar e tu não querias. Na verdade, tu tinhas medo e está tudo bem. Eu entendo.

Eu nunca vou te esquecer, porque tu foste um daqueles caras maravilhosos e especiais que passam pelas nossas vidas, mas o momento não era aquele ou não era pra dar certo mesmo, ainda que nós quiséssemos muito. Como eu sei que tu és do tipo maravilhoso e especial? Talvez tenha sido a maneira que tu olhavas pra mim sem motivo nenhum e que me deixava super sem graça. Talvez tenha sido todo o cuidado que tu tinhas ao me tocar, como se tivesse medo de me quebrar ou a paixão com que me abraçavas como se tivesses medo que eu desaparecesse. Talvez tenha sido a maneira que eu te vi mudar de menino pra homem em tão pouco tempo. Ou talvez tenha sido a maneira que tu, chorando, disseste: “Eu não quero te perder”. Lágrimas verdadeiras. Lágrimas de homem apaixonado. É, esse tipo de homem existe e tu és um deles.

Tu me amaste por quem eu era, sem querer me mudar. E tu me respeitaste. Controlavas a fala (o máximo que podia), tentavas usar os pronomes EU e MIM nos lugares certos e sempre tinhas uma piada ou algo engraçado pra contar. Sempre sorrindo, sempre com os olhos brilhantes, meu homem apaixonado. Por que tu tinhas que ser tão meu? Tão disposto a me amar?

E no final eu queria poder te odiar. Queria que tu tivesses sido uma pessoa horrível, me magoado, mentido, me enganado, porque seria mais fácil te esquecer. Mas não, tu tinhas que me amar até o final. E tu tinhas que dizer que era perfeita quando eu me sentia a pior pessoa do mundo. E mesmo quando eu reclamei, dizendo que eu não era perfeita, tu disseste que eu era perfeita pra ti.

Agora, eu não consigo dormir. Não consigo parar de ouvir músicas. Não consigo para de ler textos. Não consigo parar de escrever. E tudo, tudo me lembra de ti, quando o que eu mais queria era poder ser forte e esquecer. Queria esquecer as conversas sobre o futuro, os planos pro futuro, os sonhos com o futuro. Futuro que a gente não vai poder ter junto.

Anúncios

Um comentário sobre “Mais Uma De Amor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s