Tu!

Eu  tenho me sentido bem ultimamente. Feliz, sabe? Feliz de verdade! E essa felicidade me dá medo, porque é sempre assim: sempre quando a gente se sente super feliz algo acontece e estraga tudo. Eu tenho medo de um dia acordar e perceber que tudo isso foi um sonho, que a tua voz doce e decidida não me arrepiava mais os cabelos da nuca, que os teus beijos quentes e lentos não esquentavam cada parte do meu corpo e que os teus abraços apertados não me envolviam até eu me perder em ti.

É engraçado como as pessoas perguntam de ti o tempo todo e como elas ficam felizes por nós. Às vezes, elas parecem mais entusiasmadas com a gente do que nós mesmos. Só que eu tenho medo de te amar demais e acabar te perdendo. Tenho medo de deixar tu entrares na minha vida e eu acabar perdendo controle dela, mas na realidade já é tarde de mais. O problema é que eu não consigo esconder e todo mundo já percebeu. Parece que está escrito na minha testa: “ELE É MEU E EU SOU DELE”.

Eu nem quero mais tentar esconder, porque se hoje eu me sinto feliz é por causa de ti. Tu pareces um dos mocinhos dos meus romances preferidos. Tu és meu Romeu de Shakespeare, meu Gerry de Cecelia Ahern, meu Noah de Nicholas Sparks, meu bel-prazer e essas coisas mais. Tu és tudo o que eu não esperava e tudo o que eu precisava, mas sem eu saber que eu precisava, se é que isso faz sentido.

Tu ocupas cada centímetro quadrado dos meus pensamentos e da minha vida. Tu és a razão de eu rir do nada no meio da aula, no meio da rua ou dentro da van enquanto eu vou pra faculdade. És o motivo de eu dançar na frente do espelho quando ninguém está olhando e o motivo de eu cantar juras de amor para o chuveiro usando o  vidro de xampu como microfone.

Essa distância dói. Ela nunca me abandona me aperta o coração toda vez que eu te dou boa noite. Cada despedida é torturante e meus dias nunca são completos sem ti, mas repletos de ti. Então crio novos hábitos para fazer com que o tempo passe mais rápido, porque ficar olhando para o relógio até a hora de nos falarmos é desesperador e a impaciência me consome a cada tic-tac! E eu guardo bilhetes que eu gostaria de colocar nas tuas gavetas das blusas e meias ou dentro dos sapatos, mensagens que eu gostaria de escrever, abraços que eu gostaria de dar, beijos que eu gostaria de ganhar.

Eu tenho um grito entalado na garganta. É o desejo de gritar aos quatro cantos do mundo o quanto eu te amo. E o quanto eu sou amada. Tu de uma ponta do mundo e eu em outra. Longe e tão perto, mas no coração. É, é no coração que eu te levo e  é de saudade que eu vivo hoje sem ti. Vivo alimentando-me de lembranças, de conversas e de promessas de um dia rever-te e de poder abraçar-te e jamais largar-te.

Anúncios

4 comentários sobre “Tu!

  1. Rätsel Ewig disse:

    You should never fear to love too much 🙂 you should only fear not to love enough!

    So beautiful, I’m happy for you, and kinda envious ahaha

    Curtir

    • Claudia da Rosa disse:

      I sometimes fear because I’ve been deeply hurt before.
      Thank you for the beautiful words and I feel honored that you feel envious
      hahaha

      But you probably have a muse of your own because your texts and your poetry are deep, romantic and amazing!!

      Curtir

      • Rätsel Ewig disse:

        I say
        it’s better to get hurt by love
        than not to love at all 🙂

        We love, we get hurt, we fall, we get up! But then, we always keep on going, because we’re strong ;D I wish you the best!

        I’ve been out of luck in that department! xD
        waaay out of luck

        Curtir

        • Claudia da Rosa disse:

          I agree.
          It may seem like we’re in a dead end street but there’s always a way back 😉

          Oh, my friend. They are missing out, that is all I say!
          🙂

          Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s